segunda-feira, 26 de julho de 2010

Tópicos sobre a utilização da propaganda pelos diferentes setores da economia

BIBLIOGRAFIA: SAMPAIO, Rafael. “Propaganda de A a Z – Como usar a propaganda para construir marcas e empresas de sucesso.” Rio de Janeiro: Campus, 1999.

1. Bens de consumo- duráveis e não-duráveis; de massa e restritos; constantes ou sazonais. Destina-se ao consumidor final; tem como objetivo difundir e impor marcas, bem como motivar seu consumo e manter sua imagem.

2. Bens industriais e de bussiness-to-bussiness- público consumidor limitado e específico (empresas e instituições). Tem função informativa e mantenedora de determinada imagem de mercado.

3. Serviços- varia em função do universo a ser atingido e das características do serviço a ser utilizado. Forma imagem, informa características e divulga vantagens e condições de uso.

4. Bens culturais e de informação- conquista e/ou mantém consumidores. Tem como finalidade fornecer informações, expor características, motivar o consumo e alertar para a oferta de situações especiais.

5. Varejo- tem a venda como objetivo primordial e a motivação do consumo como estratégia. Informa sobre condições, preços, vantagens e disponibilidade de determinados produtos (de massa ou segmentados).

6. Pequeno comércio, indústria e serviços- visa a expansão dos negócios através de técnicas simples, pequeno alcance e espaços baratos.

7. Intermediários- empresas que funcionam como ponte entre produtor e consumidor (revendedoras de automóveis) ou entre o produtor e o comércio (atacadistas). Informa a disponibilidade de estoque e a oferta de preços e condições.

8. Serviços públicos- estatais ou privadas. Tem função educativa e informativa, mesmo que envolva a competição de mercado entre empresas.

9. Governo- se refere ao dever que o poder público tem de manter a população informada sobre a administração dos recursos públicos, bem como se refere à necessidade do poder público em motivar a população em relação a determinados assuntos. Alterna o gratuito com o pago.

10. Associações- se refere à reunião de vários setores e áreas da economia, que somam esforços para a realização de campanhas específicas.

11. Cadeias de consumo- estimula atitudes e hábitos de consumo que movimentem uma cadeia inteira. Incidência freqüente na moda. Vende um conceito (atitude perante formas, cores e tipos de roupas), divulga padrões de tecidos e modelos de roupas de certa tendência, divulga e motiva o desejo de compra, faz ofertas e informa sobre alternativas de compra. Pode ser feita tanto pelo início quanto pelo fim da linha da cadeia de negócio.

Um comentário:

Fernanda Meneghel disse...

Oi professora, meu nome é Fernanda. Sou jornalista em SC e gostaria de mandar os parabéns pelo blog. Recentemente resolvi abandonar a vida de redação e estudar para concursos públicos. É muito difícil achar material desta parte teórica (que há tanto tempo estudei na faculdade) e aqui encontrei contribuições valiosas ao meu estudo. Um abraço da agora frequentadora do seu espaço virtual